Pesquisas

Relatório Brasileiro de Social Media: proposta, objetivos e metas

Lançamos nesta segunda-feira, 1º dia maio, o questionário para a elaboração do 1º Relatório Brasileiro de Social Media. O objetivo é construir um relatório que trace o panorama geral da atuação dos profissionais de mídias sociais no Brasil, para contribuir na evolução (tanto profissional quanto mercadológica) do reconhecido “Social Media” – termo atribuído principalmente no início da década para aquele responsável pelos esforços de comunicação de uma empresa nas mídias sociais.

A iniciativa surgiu a partir de conversas que tive com Mayara Mendes, minha fiel escudeira em projetos produtivos para o mercado. Após a extinção da pesquisa da Trampos (descontinuada no ano passado, sem muitas informações), percebemos que havia uma lacuna importante no “mercado de social media”. Ao começarmos a debater sobre os assuntos que gostaríamos de abordar na pesquisa, pudemos identificar também que questões relevantes haviam sido suprimidas da famosa “O raio-x dos profissionais de mídias sociais no Brasil” – e percebemos como poderíamos acrescentar ao trabalho, sempre pensando na evolução do mercado.

Dividimos, portanto, o questionário em quatro partes: o profissional de Social Media, a profissão Social Media, o mercado de Social Media e o futuro (que queremos). A primeira traz questões sobre as pessoas – dados demográficos, de formação educacional e estudos; a segunda aborda algumas informações específicas do trabalho, como funções do dia-a-dia, ferramentas e mídias sociais de atuação – além de fontes de informação e aprendizados; a terceira visa analisa o mercado, para que possamos entender as diferentes realidades profissionais de todo o país; e, por fim, a quarta traz algumas indagações importantes sobre o que (achamos) que vem por aí.

O questionário ficará no ar durante todo o mês de maio, até a primeira semana de julho. Como não temos verba nem apoio financeiro (é uma pesquisa totalmente independente), contamos com dois meios principais de divulgação: grupos de discussão no Facebook e boca a boca – ou seja, contamos com a sua colaboração para propagar a mensagem! Em junho, após a finalização do período de respostas, faremos toda a tabulação e tratamento dos dados; já em julho trabalharemos na produção do relatório propriamente dito, para divulgarmos em agosto o resultado final – não apenas com as respostas, mas com análise do cenário a partir de comparativos internacionais e outras pesquisas nacionais.

O nosso intuito com a pesquisa é retomar um debate que ferveu na primeira metade da década e que hoje parece um pouco esquecido. Ao mesmo tempo que vemos grandes marcas, empresas e agências já se apropriando e dominando o trabalho com mídias sociais, acreditamos – como uma hipótese inicial – que a realidade do outro lado ainda há bastante que evoluir. Com a pesquisa, portanto, tentamos dar um passo a mais para ajudar a evoluir a “profissionalização” do Social Media – de modo que tanto estes quanto as empresas percebam seu escopo de trabalho em sua totalidade múltipla, diversa e complexa.

A nossa meta inicial (e bastante humilde, diga-se de passagem) são 300 respondentes. Para uma pesquisa verdadeiramente completa e representativa da realidade do mercado brasileiro, entretanto, visamos cerca de 1.000 participantes. Caso flertemos com essa meta, pensamos até em levar o resultado para o Social Media Week SP, que acontece em setembro. De qualquer forma, o resultado final será divulgado aqui no blog, no Slideshare e tentaremos enviar por e-mail para quem disponibilizou o endereço ao final do questionário. Participe e divulgue para seus colegas de trabalho! 😉

Pesquisas que utilizamos como referência:

O raio-x do profissional de mídias sociais no Brasil: 2014-2015 (Alma Beta e Trampos)

O profissional de inteligência de mídias sociais: 2011- 2016 (Tarcízio Silva, Júnior Siri e Ana Cláudia Zandavalle)

Os profissionais de Facebook Ads no Brasil: 2015-2016 (Alexandre Nunes e Marcio Gonçalves)

– Produção de conteúdo para marcas no Brasil: 2015 (Dani Rodrigues)

The State of Social Marketing: 2016 (Simply Measured)

– Social Media Marketing Industry Report: 2016 (Social Media Examiner)

Tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *